Diego Reis / Governo do Rio de Janeiro
Diego Reis / Governo do Rio de Janeiro

Incêndio deixa duas crianças mortas em favela de Maricá, no Rio

Chamas podem ter começado após curto-circuito em ventilador. Polícia realizou perícia e deve investigar o caso

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

12 de março de 2022 | 16h37

RIO - Duas crianças morreram em um incêndio na casa em que moravam, numa favela de um distrito de Maricá, na região metropolitana do Rio, na manhã deste sábado, 12. A casa incendiada ficava no Beco do Relógio, uma favela de Inoã, às margens da Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106).

Segundo a polícia, o pai das crianças saiu de casa para ir à padaria e deixou o ventilador ligado. O incêndio começou supostamente causado por um curto-circuito, que se alastrou rapidamente. Os bombeiros foram chamados às 8h48, mas as crianças, de dois e quatro anos, morreram carbonizadas. Os nomes das vítimas não tinham sido divulgados até a tarde deste sábado.

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí foi acionada e realizou perícia no local.Segundo a Polícia Civil, as investigações estão em andamento para apurar oficialmente a causa do incêndio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.