Incêndio destrói prédios antigos no centro do Rio

Famílias desabrigadas foram encaminhadas a abrigos da prefeitura

29 Setembro 2007 | 17h19

Três prédios antigos na região central do Rio foram destruídos na madrugada deste sábado por um incêndio cuja causa ainda é incerta. As famílias desabrigadas foram encaminhadas a abrigos da prefeitura, que acolheram por volta de 30 pessoas. Não houve vítimas fatais. Os imóveis atingidos pelo fogo estão localizados na rua Frei Caneca, em frente à Academia de Polícia Civil (Acadepol).   Os prédios destruídos pelo incêndio foram construídos há pelo menos 100 anos e têm entre dois e três andares. Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo começou por volta das 2 horas de sábado e foi difícil controlá-lo porque houve falta de água. Foi necessário um caminhão pipa para combater o fogo no chão e por meio de uma escada magirus. Cerca de 30 bombeiros trabalharam no local e só controlaram o incêndio às 7h30.   Houve risco de o incêndio se alastrar para residências próximas. Diversas pessoas foram removidas com intoxicação por fumaça. Moradores relataram que teriam ouvido explosões e vidros se quebrando e que o incêndio teria começado após uma briga de um casal de homens que morava em um dos prédios atingidos. Um deles teria provocado o incêndio. O corpo de bombeiros e a polícia, no entanto, não confirmam essa informação.

Mais conteúdo sobre:
Incêndio Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.