Incêndio em prédio no RJ deixa um morto e 23 feridos

Fogo teria sido provocado pela explosão em uma caixa de máquinas do elevador

Clarissa Thomé, do Estadão,

23 Julho 2007 | 17h35

O incêndio num prédio da Rua Visconde de Inhaúma, no centro do Rio, ocorrido na tarde desta segunda-feira, 23,  teve uma vítima fatal e deixou  23 feridos. Beatriz de Gusmão Selasco, de 66 anos, morreu intoxicada.   "Não tinha luz de emergência nos corredores. As pessoas não conseguiam sair e os bombeiros demoraram", contou um funcionário de Beatriz, muito emocionado, que não quis se identificar. Ela era proprietária da ITR Viagens e Turismo, que funcionava no 15º andar.   Vinte e três pessoas chegaram ao Hospital Souza Aguiar, no centro do Rio, vítimas do incêndio- a maioria delas com sinais de intoxicação; pelo menos uma tinha queimaduras e se encontra em estado mais grave.    Juliana Riquelme, de 34 anos, trabalhava no 18º andar e contou que o fogo começou por volta das 14 horas. Ela disse que houve um curto-circuito e a fumaça começou a tomar conta do edifício. "Eu estava no 18º andar e desci até o 13º, mas não agüentei mais. Procurei uma sala com pouca fumaça e esperei até as 17 horas para ser retirada pelos bombeiros", contou, com muita dificuldade para falar.   Patrícia Martins, de 23 anos, disse que também tentou descer. "Mas estava tudo escuro. As pessoas estavam muito nervosas; ninguém conseguia sair. Decidi voltar e fiquei numa varanda no 16º andar", lembrou. Funcionários das empresas que funcionam no prédio estão no setor de emergência do Souza Aguiar aguardando notícias sobre os colegas.   Informações preliminares dão conta de que o fogo teria sido provocado pela explosão em uma caixa de máquinas do elevador. Com a fumaça, em torno de 200 pessoas que trabalham no prédio buscaram abrigo no 16º andar. Apesar do fogo já ter sido controlado pelo Corpo de Bombeiros, a área continuava isolada.   Texto atualizado às 18h20

Mais conteúdo sobre:
incêndio Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.