Incêndio na cozinha de restaurante deixa cinco feridos no centro do Rio

As vítimas foram levadas ao Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro da cidade; pelo menos duas estão em estado grave

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

21 Janeiro 2015 | 17h07

RIO - Um incêndio na cozinha do restaurante Garfo de Ouro, na rua Luís de Camões, no centro do Rio de Janeiro, deixou cinco pessoas feridas - pelo menos duas delas em estado grave - na manhã desta quarta-feira (21).

O fogo chegou ao teto do estabelecimento, um sobrado nas imediações da praça Tiradentes. Os bombeiros ainda não sabem a causa do incêndio, mas pessoas que estavam em estabelecimentos vizinhos contaram ter ouvido uma sequência de explosões imediatamente antes do início do fogo. Havia oito cilindros de gás na cozinha do restaurante. A hipótese mais provável, portanto, é que tenha havido uma explosão dos recipientes de gás. O uso de botijões ou cilindros é proibido - deve ser usado gás encanado.

As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio. Marli Almeida, de 62 anos, e um homem identificado apenas como Luiz Henrique, de 22 anos, sofreram queimaduras de segundo grau e estão internados em estado grave. Sandra Nunes, de 59 anos, também sofreu queimaduras de segundo grau, mas está em situação melhor: seu estado, segundo a unidade de saúde, é "estável". Já Tânia Santana, de 27 anos, e Maria Apablaza, de 60 anos, caíram no momento das explosões e seriam submetidas a avaliação no setor de traumas do hospital.

O incêndio foi controlado e o imóvel, interditado. Mas, por volta do meio-dia, alguns focos voltaram e o combate ao fogo recomeçou, por cerca de uma hora. Ninguém se feriu em razão desse segundo incêndio.

Mais conteúdo sobre:
Incêndio Rio Garfo de Ouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.