Jornalista é agredido e jogado das pedras do Arpoador

Fotógrafo Márcio Mercante, do jornal O Dia, teve os dois pulsos fraturados na queda

Roberta Pennafort/, O Estado de S.Paulo

12 Janeiro 2016 | 21h19

RIO - O fotógrafo Márcio Mercante, do jornal carioca O Dia, foi empurrado por jovens das pedras do Arpoador, na zona sul do Rio, e caiu de uma altura de cerca de quatro metros. Mercante tem 42 anos. Ele teve os dois pulsos fraturados e ficou com luxações pelo corpo, segundo o jornal publicou em sua página na internet. O fotógrafo estava no local a trabalho.

As pedras do Arpoador ficam na praia de mesmo nome, trecho inicial da praia de Ipanema. É um ponto turístico que atrai cariocas e turistas por sua bela vista e ângulo privilegiado para fotos. O calçadão ali tem um posto da Polícia Militar, mas os frequentadores reclamam da insegurança.

Segundo Jorge Felipe Sobrinho, motorista do jornal que acompanhava Mercante, um grupo de jovens ameaçou o fotógrafo pouco antes da agressão e depois um deles o empurrou, impossibilitando qualquer reação. Esse jovem que o empurrou foi detido, segundo o jornal informou. O motorista disse que eles tinham garrafas de cachaça nas mãos.

A Delegacia do Leblon, onde o caso foi registrado, não divulgou informações sobre o caso.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Ipanema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.