Google Street View
Google Street View

Jovem de 20 anos morre eletrocutada em festival de funk no Rio 

Estudante encostou em uma barra de metal energizada e levou choque

Fernanda Nunes, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2019 | 19h42

RIO - Estudante de odontologia, de 20 anos, Maria Fernanda Ferreira de Lima morreu após ter recebido choque durante um festival de funk no Terreirão do Samba, no centro do Rio de Janeiro. Ela estava na área de produção do evento, por volta das 4h deste domingo, 14, ao lado de amigos, e encostou numa barra de metal energizada.

Maria Fernanda chegou a ser levada ao Hospital Souza Aguiar, próximo de onde aconteceu o acidente. Mas teve quatro paradas cardíacas e não resistiu. 

Nas redes sociais, a organizadora do evento, a Puff Puff Bass, publicou nota lamentando a morte. "Infelizmente nessa noite, por volta das 4h, fomos informados pelos nossos brigadistas de incêndio de que havia acontecido um incidente. Logo após, nossos médicos decidiram que o melhor a se fazer era encaminhá-la ao hospital. Repassamos essa informação para o Terreirão do Samba e decidimos, a partir desta ocasião, encerrar o evento". Os organizadores afirmaram também que zelam "pela integridade" dos seus clientes. 

O caso está sendo investigado na 6a Delegacia de Polícia, da Cidade Nova, na região central. Os responsáveis pelo Terreirão do Samba e pelo evento já foram ouvidos. 

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro [cidade RJ]funk

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.