Jovem homossexual é espancado e tem rosto desfigurado

Ferrucio Silvestro, de 19 anos, foi agredido ápós sair de uma boate GLS em Niterói, no último dia 29

Talita Figueiredo, de O Estado de S.Paulo

05 de dezembro de 2007 | 19h32

O jovem homossexual Ferrucio Silvestro, de 19 anos, foi espancado até ficar com o rosto desfigurado depois de sair de uma boate GLS em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, no último dia 29. Ele passou quatro dias internado no Hospital Universitário Antônio Pedro e fez, apenas anteontem, o registro da agressão na 76ª Delegacia de Polícia. Ele estava com um amigos saindo da boate, quando o grupo de agressores se aproximou deles perguntando se eram gays. Alguns amigos do jovem conseguiram fugir e o próprio Silvestro se escondeu no banheiro de um posto de gasolina, mas teve de sair porque funcionários do local ficaram com medo da confusão. O jovem apanhou duramente de três rapazes. A polícia ainda não tem pistas dos agressores. Não é o primeiro caso de agressão a homossexuais na cidade. Em agosto, um casal de homens foi agredido por quatro rapazes quando iam para a 3ª Parada de Orgulho Gay, na praia de Icaraí.

Tudo o que sabemos sobre:
Jovemhomossexualboateespancado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.