Justiça do Rio libera parcialmente uso da ciclovia Tim Maia

Trecho liberado fica entre o nº 318 da Avenida Niemeyer e a Praia do Leblon; desabamento causou a morte de duas pessoas

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

10 Maio 2016 | 15h43

RIO - A Justiça do Rio liberou parcialmente o uso da ciclovia Tim Maia, que estava totalmente interditada desde a última sexta-feira, 6. O trecho liberado fica entre o nº 318 da Avenida Niemeyer e a Praia do Leblon. A decisão é do juiz Marcelo Evaristo Martins da Silva, o mesmo que havia decidido pela interdição, em caráter liminar.

A liberação do trecho baseou-se em vistoria da Subsecretaria de Defesa Civil em conjunto com a Fundação GeoRio. “Não foram verificados indícios de risco que comprometam o uso por pedestres e ciclistas, no tocante à segurança estrutural da ciclovia nesse trecho”, diz o laudo de engenheiros, citado na decisão do magistrado. O restante da ciclovia, porém, permanece interditado.

Na última sexta-feira, o juiz Marcelo Evaristo Martins da Silva havia decidido pela interdição total da ciclovia. Um trecho de aproximadamente 50 metros da ciclovia desabou no dia 21 do mês passado, matando duas pessoas.

 

Mais conteúdo sobre:
Justiça Tim Maia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.