Estadão
Estadão

Laudo confirma que jovem de SP morreu por afogamento durante carnaval no Rio

Ruan Kaike dos Santos, de 22 anos, foi encontrado nu e desacordado na Praia de Copacabana; amigos acreditam em crime de homofobia

O Estado de S. Paulo

02 Março 2017 | 20h42

RIO - O universitário Ruan Kaike dos Santos, de 22 anos, morreu por afogamento, informou nesta quinta, 2, a 12ª Delegacia de Polícia (Copacabana). O jovem de Campinas (SP), que passava o carnaval no Rio, foi encontrado desacordado na Praia de Copacabana na madrugada de domingo, 26. Ele passou dois dias internado no Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, na zona sul, em coma, mas não resistiu. 

Nas redes sociais, amigos de Kaike, como era chamado, escreveram que ele foi vítima de crime de homofobia - o jovem foi encontrado nu e desacordado. Foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e, segundo as primeiras informações, não tinha sinais de ferimentos externos.

A polícia informou que procura testemunhas que possam ajudar a revelar como ocorreu a morte do estudante. Também serão analisadas câmeras de segurança que monitoram a praia. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.