MARCOS ARCOVERDE/ESTADÃO
MARCOS ARCOVERDE/ESTADÃO

Linhas de ônibus municipais do Rio mudam a partir de sábado

Elas serão substituídas por cinco linhas com itinerários semelhantes, mas sem superposição que causou sua extinção

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

28 Setembro 2015 | 19h35

RIO - O secretário municipal de Transportes do Rio, Rafael Picciani, anunciou nesta segunda-feira, 28, que a partir do próximo sábado, 3, 11 linhas de ônibus municipais deixarão de circular. Elas serão substituídas por cinco linhas com itinerários semelhantes, mas sem a superposição que causou a extinção delas.

A reforma das linhas de ônibus do Rio terá mais duas etapas, em 24 de outubro e 5 de dezembro. Ao final, 70 linhas serão extintas, 126 serão criadas e 41 terão seu itinerário alterado.

Estudo da Secretaria de Transportes concluiu que 64% das linhas que passam pela zona sul do Rio têm sobreposição (percorrem o mesmo trajeto) em 80% de seus itinerários.

Segundo o secretário, essas linhas não foram extintas antes porque eram operadas por empresas concorrentes.

Atualmente elas são mantidas por um consórcio, então não há impedimento para a eliminação. A reforma deve tirar das ruas 35% dos ônibus que circulam atualmente pela zona sul.

As primeiras linhas extintas ligam a zona oeste à zona sul ou ao centro: 305 (Rodoviária x Barra da Tijuca, via Túnel Rebouças); 314 (Central x Barra da Tijuca); 318 (Barra Sul x Castelo); 332 (Alvorada x Castelo); 360 (Carioca x Recreio dos Bandeirantes); 382 (Carioca x Piabas); 501 (Barra da Tijuca x Gávea); 502 (Recreio x Gávea); 504 (Piabas x Gávea); 505 (Recreio dos Bandeirantes x Gávea) e 535 (Alvorada x Leme).

As novas linhas serão chamadas Troncal 1 (Pça General Osório x Central), Integrada 1 (Alvorada x Rio Sul, via Avenida das Américas e Auto-Estrada Lagoa Barra), Integrada 2 (Alvorada x Rio Sul, via Avenida Lucio Costa e Avenida Niemeyer), Integrada 8 (Recreio x Rio Sul, via Avenida das Américas e Auto-Estrada Lagoa-Barra) e Integrada 9 (Rio Sul x Piabas, via Avenida Atlântica, Av. Niemeyer e Estrada Benvindo de Novaes).

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.