Google Street View
Google Street View

Mais de 2 mil agentes das Forças Armadas fazem operação em comunidades de Angra dos Reis, no Rio

Ação envolve cerco, patrulhamento, remoção de barricadas, revista de pessoas e checagem de antecedentes criminais

O Estado de S.Paulo

13 Setembro 2018 | 06h57

RIO - Cerca de 2,2 mil homens das Forças Armadas realizam nesta quinta-feira, 13, uma operação em oito comunidades de Angra dos Reis, no litoral sul fluminense.

De acordo com o Comando Conjunto das Forças Armadas, a ação envolve cerco, patrulhamento, remoção de barricadas, revista de pessoas e checagem de antecedentes criminais nas comunidades de Parque Belém, Areal, Sapinhatuba (I, II e III), Lambicada, Camorim Grande e Camorim Pequeno, onde vivem cerca de 23 mil pessoas.

Os militares também verificam denúncias de atividades criminosas, principalmente tráfico de drogas, e cumprem mandados judiciais. Além das tropas federais, participam da operação 160 policiais militares e 70 policiais civis, que usam veículos blindados e aeronaves.

Reveja: Operação Tsunami usou navio e até lancha blindada na Baía de Guanabara

As Forças Armadas distribuem folhetos impressos pedindo a colaboração da população. A ação é uma das medidas da intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro. / AGÊNCIA BRASIL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.