WILTON JUNIOR/ESTADãO
WILTON JUNIOR/ESTADãO

Manifestantes lotam a Cinelândia em ato contra falta de recursos para o Museu Nacional

Prédio histórico, que teve boa parte de sua estrutura consumida por um incêndio na noite deste domingo, completou 200 anos em junho

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

03 Setembro 2018 | 20h16

RIO - Manifestantes lotaram a Cinelândia, no Centro do Rio, no fim da tarde desta segunda-feira, 3, em protesto contra a falta de recursos para o Museu Nacional. O prédio histórico, que teve boa parte de sua estrutura consumida por um incêndio na noite deste domingo, 2, completou 200 anos em junho. A estimativa é de que até 90% de seu acervo tenha sido queimada.

A manifestação na Cinelândia fechou ruas da região e chegou a afetar o tráfego do VLT, mas sem interromper completamente o serviço. Houve um princípio de confusão no início da noite, mas ele foi contornado antes mesmo da chegada da polícia.

O incêndio de grandes proporções destruiu o acervo do Museu Nacional, na zona norte do Rio, na noite deste domingo, 2. O fogo começou por volta das 19h30 e durou até por volta de 2 horas da manhã desta segunda-feira, 3. Após o exaustivo combate às chamas, prejudicado pela falta de água nos hidrantes da instituição, iniciou-se ainda na madrugada o trabalho de rescaldo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.