Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Medida motivou 600 mil menções no Twitter

Levantamento da FGV concluiu que debate nas redes revelou os diferentes campos políticos em disputa

Caio Rinaldi, O Estado de S.Paulo

20 Fevereiro 2018 | 04h51

Desde o anúncio de intervenção federal na Segurança Pública do Rio, na sexta-feira, 16, houve mais de 600 mil menções no Twitter à medida, até as 15h30 de ontem, aponta levantamento da Diretoria de Análise de Políticas Públicas (Dapp) da Fundação Getulio Vargas (FGV), obtido com exclusividade pelo Broadcast Político e Broadcast+. “A análise do debate nas redes revela os diferentes campos políticos em disputa”, diz a FGV.

Houve um acirramento do debate entre críticos e apoiadores da intervenção. Entre os internautas, 13,1% manifestaram apoio mais claro à medida, com postura favorável ao governo. Outros 12,3% são alinhados ao discurso do deputado Jair Bolsonaro (PSC-SP) – são fortemente críticos ao governo, mas apoiam a intervenção no Rio.

Por outro lado, 10,7% do total é contra a medida e não é alinhada a partidos tradicionais de esquerda, enquanto outros 8,5% são críticos à intervenção mobilizados “por influenciadores da sociedade civil e veículos da mídia alternativa”, sem relação partidária. Ainda há 8,8% contra a intervenção alinhados a partidos de esquerda e que “apontam o caráter político-eleitoral por parte do governo”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.