Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Menina de 11 anos é morta em morro do Rio

Jennifer Ramos foi atingida por um tiro na cabeça que teria sido disparado pelo padrasto, que estaria manuseando a arma

Constança Rezende, O Estado de S. Paulo

19 Abril 2016 | 13h06

RIO - Uma menina de 11 anos foi morta por um tiro na cabeça na noite desta segunda-feira, 18, na favela da Rocinha, na zona sul do Rio. Jennifer Caroline Ramos chegou a ser socorrida pelos familiares e encaminhada pata o Hospital Municipal Miguel Couto (Gávea), onde morreu. David Magalhães Luiz, de 18 anos, foi preso por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, acusado de ter cometido o crime. O suspeito é namorado da mãe da menina e foi deixado em frente à base da UPP, por moradores da comunidade, com sinais de espancamento.

Uma pistola, com a numeração raspada, e um carregador que teriam sido utilizados no crime foram apreendidos. O delegado titular da Divisão de Homicídios, Fábio Cardoso, disse que, em depoimento à polícia, Luiz alegou que o disparo foi acidental.

"Testemunhas disseram que ele estava manuseando a arma perto da menina e dos irmãos dela. A mãe da Jennifer chegou a pedir para ele parar de fazer isto, pois não sabia manusear armas, mas ele continuou. Por isso, será autuado por homicídio doloso com dano eventual, pois assumiu o risco de cometer o acidente, além de porte ilegal de arma", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.