Menor pode não estar envolvido na morte de Tim Lopes

Policiais acreditam que o menor teria mentido para ganhar notoriedade com a autoria do crime

Solange Spigliatti, estadao.com.br

10 Outubro 2007 | 11h42

O menor de 17 anos detido em Maceió, Alagoas, na semana passada, e que vinha sendo tratado como acusado de envolvimento na morte do jornalista Tim Lopes, em 2002, pode ser inocente, segundo informações do delegado responsável pela investigação no Rio de Janeiro, Deoclécio Assis Filho.   Ele prestou depoimento na tarde de terça-feira, 9, na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), no Rio, e de acordo com o delegado, "ele se contradisse em várias ocasiões". Alguns policiais que participaram das investigações da morte do jornalista compareceram ao depoimento para auxiliar durante o depoimento e "não há nada de efetivo de que ele tenha participado da ação. Tudo leva a crer que ele não teve envolvimento na morte", conclui o policial.   Segundo a polícia, é possível que o menor sofra de um distúrbio psíquico comum e que apenas estaria querendo ganhar notoriedade. De acordo com o delegado, o menor está detido no Departamento Geral de Execuções de ações Sócio-Educativas (Degase).

Mais conteúdo sobre:
Tim Lopes menor detido em Alagoas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.