Ministério Público do Rio contesta aumento de tarifa de ônibus

A partir deste sábado, preço da passagem para transporte municipal passa de R$ 3,00 para R$ 3,40; MP quer apurar se houve exagero

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

02 Janeiro 2015 | 23h37

RIO - O Ministério Público Estadual do Rio planeja instaurar um inquérito civil público na próxima segunda-feira, 5, para investigar o reajuste da tarifa dos ônibus municipais do Rio. A partir deste sábado, 3, o preço da passagem passa de R$ 3,00 para R$ 3,40.

Para a Promotoria de Defesa do Consumidor, o valor correto da passagem reajustada seria R$ 3,20. Mas, incluindo custos como o pagamento da instalação de ar condicionados nos veículos e as gratuidades concedidas a certas categorias, a prefeitura chegou ao valor de R$ 3,40.

Por meio da ação, o Ministério Público pretende apurar se o reajuste foi exagerado. Caso isso fique comprovado, a instituição pedirá a redução do valor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.