TASSO MARCELO/ESTADÃO
TASSO MARCELO/ESTADÃO

Morador fica ferido em tiroteio em UPP na zona norte do Rio

No sábado, 29, nove pessoas foram baleadas em tiroteios em três áreas da cidade com Unidade de Polícia Pacificadora

Juliana Dal Piva, O Estado de S. Paulo

30 Agosto 2015 | 15h54

Por volta das 9h deste domingo, 30, um morador ficou ferido após um tiroteio entre criminosos e policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Borel, na Tijuca, na Zona Norte do Rio. Segundo a UPP, um homem fugiu ao ser abordado por policiais na localidade conhecida como Grota. Os agentes o seguiram e foram recebidos a tiros por outros criminosos da região. Após o confronto, um morador ferido na mão procurou os policiais e foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Tijuca. Em seguida, o ferido foi levado para o Hospital Federal do Andaraí.O  caso está sendo registrado na 19ª Distrito Policial (tijuca). 

No sábado, 29, três áreas com UPP também registraram tiroteio deixando nove pessoas feridas, seis delas policiais militares. Em um dos casos, a base da UPP Chatuba, no Complexo da Penha (zona norte) foi alvejada. Os criminosos dispararam contra a base, e os policiais revidaram. Em meio ao confronto, uma mulher ficou ferida e um policial militar sofreu um corte na perna. Todos foram atendidos no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. Mais tarde, outro morador deu entrada no hospital com um ferimento no braço. O Comando de Operações Especiais (COE) reforça o policiamento na região.

No Morro do Fallet, área central do Rio, policiais da UPP Coroa/Fallet/Fogueteiro estavam em patrulhamento quando depararam com criminosos armados, que reagiram. No confronto, um homem ficou ferido e foi levado ao Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro. A polícia ainda apreendeu uma pistola de calibre 9mm, um rádio transmissor e uma quantidade de drogas ainda não contabilizada. O caso está sendo investigado pela 5ª Delegacia de Polícia (Mem de Sá).

Também no sábado um confronto entre criminosos e agentes da UPP da Vila Cruzeiro, também no Complexo da Penha, resultou em cinco PMs feridos. Um deles foi atingido de raspão no pescoço e está internado no Hospital Central da Polícia Militar. Outros quatro foram feridos por estilhaços de uma bomba detonada pelos bandidos. Eles foram medicados e liberados.

Os agentes da UPP se depararam com os criminosos em uma localidade conhecida como “Quatro Bicas” e foram recebidos a tiros. Após o confronto, o policiamento foi reforçado com PMs de outras unidades, e uma "varredura" foi realizada na região.

Mais conteúdo sobre:
violência Rio tiroteio upp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.