Morre 'noivinha de Brás de Pina', aos 68 anos

Aos 18, Thereza Oliveira da Silva escreveu a uma revista pedindo o casamento dos sonhos; festa completaria 50 anos nesta sexta-feira

Clarissa Thomé, O Estado de S. Paulo

09 de julho de 2014 | 14h52

RIO - Morreu na manhã desta terça-feira, 8, Thereza Oliveira da Silva, a "noivinha de Brás de Pina", cujo sonho de juventude era ter o escritor Paulo Mendes Campos (PCM) como padrinho de casamento. Thereza tinha 18 anos quando escreveu carta à revista Cláudia, pedindo o casamento dos sonhos. Além da festa, queria a presença do poeta e escritor. A revista providenciou tudo e PMC, emocionado, ainda presenteou a noiva com uma crônica. O casamento, que completaria 50 anos nesta sexta-feira, 11, foi noticiado pelo Jornal do Brasil e tema de coluna de Rubem Braga. A história de Thereza, que tinha 68 anos, foi resgatada pelo escritor Humberto Werneck, colunista do Estado, e contada pelo Aliás no início deste ano.

À revista Cláudia, Thereza disse que seria dona de casa, mas não se encaixou no papel. Fez concurso público para secretária escolar, foi diretora de departamento do Vila da Penha Futebol Clube. Quando o casamento com o serralheiro José Francisco Aguiar fez água, dez anos depois, era ela a principal responsável pelo sustento dos três filhos. Ainda encontrou disposição para presidir torcidas do Botafogo, seu time do coração. Mais recentemente, esteve à frente, por três mandatos, da escola de samba Unidos de Vila Santa Tereza, do grupo de acesso.

Além de uma crônica de PMC, Thereza recebeu livros do escritor de presente, alguns com bilhetinhos, em que ele destacava trechos ou recomendava outras leituras. Tudo se perdeu em enchentes. Depois da matéria do Aliás, o Instituto Moreira Salles, que tem a guarda do acervo de Paulo Mendes Campos, doou para Thereza dois livros do escritor mineiro. Ela gravou ainda um depoimento de oito minutos (clique aqui para ver).

Thereza sofreu um enfarte na semana passada e estava internada no Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro, onde morreu. Deixou os filhos Cláudio Marcelo, Flávio Augusto e Andrea e seis netos. Seu corpo será enterrado na tarde desta quarta-feira, 9, no Cemitério São Francisco Xavier.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Noivinha de Brás de Pina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.