Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Motorista de ônibus é morto em troca de tiros na Dutra

Tiroteio começou após policiais rodoviários federais abordarem criminosos durante patrulhamento de rotina

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

17 Novembro 2018 | 16h13

RIO - Um motorista de ônibus foi morto numa troca de tiros entre criminosos e policiais rodoviários federais na noite de sexta-feira, 16, na Via Dutra. Segundo informou a PRF, um "bonde" de traficantes do Complexo da Penha, na zona norte do Rio, com dois carros, foi interceptado por agentes na altura de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Os bandidos, armados, levavam drogas e armas para a comunidade Caixa D'Água, de Queimados, na Baixada.

A equipe da PRF fazia patrulhamento de rotina na rodovia, na pista sentido São Paulo. O tiroteio começou após abordagem da polícia. Um coletivo da empresa Tinguá passava na hora e os passageiros e o motorista, Carlos Alberto de Araújo, de 52 anos, ficaram na linha de tiro.

O motorista foi atingido na cabeça e morreu na hora. Seis pessoas, passageiros e pedestres, ficaram feridas e foram levadas ao Hospital da Posse, em Nova Iguaçu. O quadro delas é estável. Um dos integrantes do "bonde" morreu no confronto.

Uma parte do bando foi presa - cinco bandidos -; outra, conseguiu fugir. Foram apreendidos cinco pistolas, carregadores de fuzil, maconha, cocaína e acessórios de uso policial, divulgou a PRF. Um dos presos disse que o grupo havia saído da Vila Cruzeiro, na Penha, para entregar o material na Baixada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.