Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

Mulher de Ronnie Lessa, acusado de matar Marielle, é presa pela PF

Ela havia sido solta no início da semana passada após acusação de jogar fora armas do crime contra a vereadora

Denise Luna, O Estado de S.Paulo

18 de julho de 2021 | 14h09

RIO - A Polícia Federal prendeu neste domingo, 18, a mulher de Ronnie Lessa, Elaine Lessa, após ter sido solta no início da semana passada para cumprir pena em liberdade. A Polícia Federal não informou o motivo da prisão, que segue em sigilo, segundo a assessoria da Polícia Federal. Mas, de acordo com a Globonews, a acusação é de tráfico de armas. 

O policial reformado Ronnie Lessa está preso no Presídio Federal de Mossoró, Rio Grande do Norte, pelo assassinado da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes, crime ocorrido em março de 2018 e até hoje não desvendado. 

A mulher de Ronnie e mais três amigos foram acusados de destruição de provas do crime. As armas teriam sido jogadas no mar. Por esse crime, Elaine foi condenada a penas restritivas de direitos para prestação de serviços à comunidade e limitação de fim de semana, sentença que substituiu o regime fechado, que até então estava sendo cumprido pela criminosa.

Neste sábado, 17, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) nomeou o promotor de Justiça Bruno Gangoni para atuar temporariamente no acompanhamento dos processos judiciais e procedimentos extrajudiciais criminais de atribuição da força-tarefa que investiga o caso Marielle Franco e Anderson Gomes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.