Renan Olaz/CMRJ
Renan Olaz/CMRJ

Mulher de vereador Siciliano deixa Cidade da Polícia, no Rio

Polícia cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do parlamentar na manhã desta sexta; ele é suspeito de envolvimento no caso Marielle

Fernanda Nunes, O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2018 | 15h01

RIO - Veronica Garrido, mulher do vereador carioca Marcello Siciliano deixou no início da tarde desta sexta-feira, 14, a cidade da Polícia, na zona Norte do Rio, onde esteve ao lado do marido por quase três horas. Siciliano permanece na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente acompanhado dos advogados. 

O vereador é investigado por participar de um suposto esquema de grilagem de terras por milicianos, que pode ter relação com o assassinato da vereadora Marielle Franco

Pela manhã, policias cumpriram mandados em seis locais relacionados a Siciliano, inclusive a Câmara Municipal de Vereadores e uma residência na Barra da Tijuca,  na zona oeste da cidade. 

O vereador chegou à Cidade da Polícia às 10h30 e a mulher às 11h. O delegado antecipou que não concederá entrevista. Entre os materiais recolhidos pela polícia há uma série de documentos e um cofre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.