Reprodução
Reprodução

Mulher é presa em investigação sobre estupro de criança por coronel

Izabela Pimenta de Souza é irmã de Thuane Pimenta dos Santos, acusada de ter entregue a criança para Pedro Chavarry, de 62, acusada do crime

Constança Rezende, O Estado de S. Paulo

19 Setembro 2016 | 12h25

RIO - A polícia do Rio prendeu nesta segunda-feira, 19, Izabela Pimenta de Souza, para investigar sua suposta participação no estupro de uma criança de 2 anos, em Ramos, zona norte do Rio. Izabela é irmã de Thuane Pimenta dos Santos, acusada de ter entregue a criança para o coronel reformado da Polícia Militar Pedro Chavarry, de 62, flagrado com a menina nua em seu carro. Thuane e o policial militar já foram presos.

Izabela foi encontrada por policiais da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima na comunidade Uga-Uga, em Ramos. A mulher foi a primeira a chegar à cena do crime. Segundo policiais militares, teria dito que o pai da menina estava morto, e a mãe, presa, com o objetivo de ludibriá-los. Contra Isabela, que nega envolvimento no caso, foi expedido um mandado de prisão temporária por 30 dias.

Quando foi abordado pelos PMs, o coronel Duarte chegou a oferecer suborno. Os policiais não aceitaram, mas gravaram a oferta. Ele foi descoberto porque passou em uma lanchonete com a criança. Os atendentes estranharam o fato de a menina estar sem roupas.

Uma cliente ligou para a Polícia, que chegou rapidamente. O militar fugiu, mas foi abordado mais adiante e preso.

O coronel reformado da PM foi autuado por estupro de vulnerável e corrupção ativa. A mãe posteriormente contou à polícia que estava trabalhando quando o crime foi consumado. Ela teria deixado a filha aos cuidados de Thuane.

Mais conteúdo sobre:
Isabela Cerqueira Campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.