Mulher é presa por racismo em bairro nobre do Rio

Imagens registraram o momento em que a cliente do supermercado mandou o funcionário “voltar para a senzala” e “voltar para o quilombo” após desentendimento

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

29 Maio 2016 | 19h10

RIO – Uma mulher foi presa em flagrante por injúria racial na noite deste sábado, 28, no Leblon, bairro nobre da zona sul do Rio de Janeiro. Conforme imagens da TV Globo, a mulher ofendeu um funcionário de uma loja do supermercado Zona Sul, na Rua Dias Ferreira, uma das que mais concentram bares e restaurantes no bairro.

Testemunhas afirmaram na TV que a mulher, cliente do supermercado, mandou o funcionário “voltar para a senzala” e “voltar para o quilombo” após um desentendimento. As imagens mostram a mulher se justificando, dizendo que “senzala” e “quilombo” são expressões que exaltariam a “raça negra”.

De acordo com informações da 14ª Delegacia de Polícia (DP), no Leblon, o nome da mulher é Maria Francisca Alves de Souza, de 58 anos. A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou ainda que o caso já foi encaminhado à Justiça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.