Mulher morre e outra fica ferida em assalto a carro na Paraty-Cunha

Mulher morre e outra fica ferida em assalto a carro na Paraty-Cunha

Vítimas voltavam de fim de semana na praia; marido de uma delas e filha estavam no veículo, mas não se feriram; ninguém foi preso

Tiago Rogero, O Estado de S. Paulo

18 de novembro de 2014 | 09h23

Atualizado às 10h30

RIO - Uma mulher de 37 anos foi morta com um tiro na cabeça e outra, de 44 anos, ferida no braço com um disparo em tentativa de assalto no começo da noite de domingo na Estrada Paraty-Cunha. As vítimas são de Lorena, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, e voltavam de um fim de semana na praia. O marido de uma delas, de 40 anos, e a filha do casal, de 11 anos, também estavam no carro, mas não se feriram. Ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Militar, dois homens armados saltaram na frente do carro ainda na altura de Paraty, no litoral Sul Fluminense. O local da abordagem seria um trecho em obras da rodovia, que obriga os motoristas a reduzir a velocidade. O homem teria acelerado, e a dupla atirou, atingindo as duas mulheres. De 37 anos, Cláudia Stella Sanches Hoffman Vilela Leite, que estava no banco do carona, foi atingida na cabeça. A de 44 anos estava no banco traseiro. 

Mesmo com as duas mulheres baleadas, o motorista teria seguido até Cunha, já em São Paulo, à procura de um hospital. A vítima baleada na cabeça chegou já sem vida à unidade. A outra, atingida no braço, foi internada e não corre risco de morrer.

O carro da família foi levado para a delegacia de Polícia Civil de Cunha para ser periciado. O caso, entretanto, foi registrado em Paraty, como latrocínio, e será investigado pela delegacia de Guaratinguetá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.