Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Multa para 'mijões' triplicou desde o último carnaval no Rio

Prefeitura espera reduzir quantidade de xixi na rua com o aumento do valor da multa, que passou de R$ 170 para R$ 510

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo

15 Janeiro 2016 | 17h23

RIO - A Prefeitura do Rio espera reduzir a quantidade de pessoas que fazem xixi na rua durante os desfiles dos blocos de carnaval com o aumento da multa, que triplicou - era de R$ 170 e agora custa R$ 510. O novo valor está em vigor desde agosto de 2015 e já surtiu efeito para a diminuição da urina nas ruas durante o Rock in Rio, em setembro, e no Réveillon, segundo a Secretaria Municipal de Ordem Pública.

Os foliões poderão ainda ser levados para a delegacia, caso seja configurado crime de atentado ao pudor.

Serão empregados 25.496 banheiros ou mictórios durante o período de 23 de janeiro a 14 de fevereiro, quando 505 blocos desfilarão pela cidade. "Mas não há banheiro que chegue se a pessoa não tiver educação. O folião tem que se programar para ir ao banheiro e não dizer depois que não aguentou esperar a fila", disse o secretário de Turismo do Rio, Antônio Pedro Figueira de Mello.

Segundo ele, cerca de 30% dos banheiros utilizados na operação do carnaval acabam depredados pelos foliões. O carnaval de rua deve atrair neste ano 5 milhões de pessoas, segundo prefeitura. A abertura oficial será amanhã, na Zona Portuária.

Mais conteúdo sobre:
RockRéveillon

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.