Marcos de Paula
Marcos de Paula

Museu Nacional, o mais antigo do País, reabre nesta sexta-feira

Local foi fechado no dia 12 por causa da falta de pagamento a funcionários terceirizados da limpeza; entrada será gratuita

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo

22 Janeiro 2015 | 11h58

RIO - Fechado desde o dia 12, o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, reabre nesta sexta-feira, 23, e com entrada gratuita (só na própria sexta). A paralisação das atividades do museu, atrelado à Universidade Federal do Rio Janeiro (UFRJ), deveu-se à falta de pagamento dos funcionários terceirizados da limpeza, que estavam com salários atrasados desde novembro.

O Ministério da Educação repassou R$ 4 milhões à universidade no dia 12 mesmo, e, com o recebimento do dinheiro, foi possível sanar a dívida, informou a direção.

Nesta sexta-feira, "como compensação aos cariocas e visitantes", não será cobrada a entrada, que custa R$ 6. O horário de visitação não se alterou: de terça a domingo das 10 horas às 17 horas; e segunda, do meio-dia às 17 horas. O museu recebe, durante a alta temporada, 5 mil pessoas por dia aos fins de semana; em dias de semana, mil.

Localizado na Quinta da Boa Vista, zona norte do Rio, é um dos mais importantes museus brasileiros - o maior de história natural da América Latina e mais antiga centro de ciências do País. Faz 200 anos em 2018, e as comemorações já estão sendo preparadas.

Sua origem remonta ao Museu Real, criado por dom João VI apenas dez anos após sua chegada com a corte ao Rio. O palácio em que está localizado serviu de residência para sua família à época.

Mais conteúdo sobre:
Museu Nacional Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.