Nevoeiro fecha Aeroporto Santos Dumont e vôos atrasam

Vôos são transferidos para o Aeroporto Tom Jobim e terminal tem quatro atrasos superiores a uma hora

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

06 de agosto de 2007 | 10h42

Um forte nevoeiro fechou o Aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio Janeiro, na manhã desta segunda-feira, 6. O terminal, que operava por instrumentos desde as 6 horas, teve as operações suspensas às 8h32 e foi reaberto às 10h52. Até as 11 horas, tinha 12 vôos atrasados e 15 cancelados. Outros seis vôos, que partiram de São Paulo, foram alternados para o Aeroporto Tom Jobim, na Ilha do Governador. O Tom Jobim operava com a ajuda de instrumentos e oito partidas e cinco chegadas estavam atrasadas, além de três cancelamentos. Com o fechamento do Santos Dumont, cinco partidas da ponte aérea Rio-São Paulo foram canceladas. Em São Paulo, os aeroportos funcionavam normalmente nesta manhã. O Aeroporto Internacional de São Paulo (Cumbica), em Guarulhos, tinha duas partidas com atrasos de mais de uma hora nesta manhã. Do total de 39 vôos previstos, nenhum havia sido cancelado em Cumbica, segundo a Infraero. No Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, do total de 20 vôos programados, apenas um havia sido cancelado e não havia atrasos. Texto alterado às 11h32 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.