Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
WILTON JUNIOR / ESTADO
WILTON JUNIOR / ESTADO

No 1º dia de medidas restritivas, praias cariocas amanhecem vazias

Apesar do sol e do calor, praticamente não se viu banhistas nas areias e poucas pessoas se arriscaram a praticar atividade física no calçadão.

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

20 de março de 2021 | 14h18

RIO - No primeiro dia de vigência de medidas mais restritivas de circulação para conter a pandemia de covid-19, as praias cariocas amanheceram vazias. Agentes da Guarda Municipal fiscalizaram as atividades em toda a orla. Ao longo de toda a manhã do sábado de sol e calor, praticamente não se viu banhistas nas areias e poucas pessoas se arriscaram a praticar atividade física no calçadão – o que está permitido com os devidos cuidados para evitar aglomerações.

Agentes da Guarda Municipal também fizeram bloqueios em vias de acesso a algumas praias. As novas medidas restritivas começaram a valer nos primeiros minutos deste sábado. O decreto publicado pela prefeitura na última sexta-feira determinou o fechamento das praias, ampliando as medidas de restrição de circulação que já estavam em vigor desde o último dia 11. A ocupação das UTIs de covid-19 na cidade alcançou 95%.

Novas medidas mais restritivas serão anunciadas na segunda-feira que vem, segundo o prefeito Eduardo Paes (DEM), após uma reunião com o comitê científico. Por enquanto, está proibido: permanecer na areia das praias, incluindo esportes, banho de mar e atividades econômicas; entrada de ônibus e veículos fretados no município e estacionamento na orla.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.