Bope/Polícia Militar/Divulgação
Bope/Polícia Militar/Divulgação

Operação da PM apreende seis fuzis e deixa 500 sem aula

Segundo a polícia, houve intenso confronto entre agentes e traficantes em mata na região da Praça Seca, mas não há feridos

Carina Bacelar, O Estado de S. Paulo

22 de junho de 2015 | 11h39

RIO - Uma operação da Polícia Militar na região na Praça Seca, zona oeste do Rio de Janeiro, apreendeu seis fuzis e deixou 500 estudantes sem aulas na manhã desta segunda-feira, 22. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, uma escola e um Espaço de Desenvolvimento Infantil suspenderam as atividades por causa de confrontos. O conteúdo perdido será reposto, diz a secretaria. 

De acordo com a PM, homens do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), do Batalhão de Choque (BPChq), do Batalhão de Ações com Cães (BAC) e do Grupamento Aéreo Móvel (GAM) estão, desde a madrugada, nas comunidades da Covanca e São José Operário.

Até as 10h30 desta segunda-feira, segundo a corporação, foram apreendidos seis fuzis, quatro granadas, munições e drogas, ainda não contabilizadas.

A polícia informou ainda que houve intenso confronto entre policiais e traficantes em uma mata da região, mas não há registro de feridos. O som dos tiros assustou moradores que saíam para trabalhar na manhã desta segunda-feira. Na ação, o Bope utilizou pela primeira vez um modelo de uniforme camuflado. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.