Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Operação das Forças Armadas com 3,7 mil agentes prende nove no Rio

Forças de segurança atuaram em favelas das zonas norte e sul para cumprir mandados expedidos pela Justiça e remover barricadas. Não houve confronto até o início da noite

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

11 Julho 2018 | 19h45

RIO - Nove pessoas foram presas durante duas operações promovidas nas zonas norte e sul do Rio de Janeiro pelas Forças Armadas, em parceria com a Polícia Militar e a Polícia Civil. As ações ocorreram no complexo de favelas do Lins de Vasconcelos, na zona norte, e nas favelas Pavão-Pavãozinho, Cantagalo, Babilônia e Chapéu Mangueira, na zona sul.

+ Justiça nega pedido por proibição de tiros efetuados a partir de helicópteros em operações

O  objetivo era cumprir mandados expedidos pela Justiça, cercar as áreas e remover barricadas. Até as 19h não foram registrados confrontos. 

Segundo balanço parcial divulgado pelo Comando Militar do Leste, responsável pelas Forças Armadas no Rio de Janeiro, além dos nove presos, foram recuperados dois veículos e apreendidas drogas em quantidade não contabilizada até as 19h, munição para pistola e dois radiotransmissores.

A operação envolveu 3.700 agentes de segurança. Ao final da tarde o efetivo diminuiu e começou a chamada “fase de manutenção”, empregando patrulhas motorizadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.