Complexo Penitenciário de Gericinó/Divulgação
Complexo Penitenciário de Gericinó/Divulgação

Operação em presídio apreende celulares, roteadores e drogas no Rio

Ação ocorreu no Presídio Serrano Neves, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu; agentes encontraram 200 comprimidos de ecstasy

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

08 Janeiro 2019 | 11h23

RIO - A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) apreendeu 34 aparelhos celulares e dois roteadores durante operação no Presídio Serrano Neves, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio. A ação aconteceu na tarde de segunda-feira, 7.

Além dos aparelhos, os agentes da Superintendência de Inteligência do Sistema Penitenciário (Sispen) e da Corregedoria da Seap, que atuaram em parceria com a Delegacia de Repressão a Crimes Patrimoniais (Delepat) da Polícia Federal, encontram 30 carregadores, 200 comprimidos de ecstasy e dois tabletes de erva seca prensada (supostamente maconha).

A Seap informou nesta terça que uma sindicância interna foi aberta na corregedoria para apurar se houve facilitação no acesso do material. Uma ocorrência também foi feita na Superintendência da Polícia Federal.

Mais conteúdo sobre:
sistema penitenciário

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.