Pai é preso por asfixiar filho de 1 ano e esconder corpo em um armário

Crime aconteceu em Belford Roxo; suspeito chegou a registrar o caso como se ele e sua companheira tivessem sido sequestrados

Carina Bacelar, O Estado de S. Paulo

19 Maio 2015 | 08h29

RIO - Um pai suspeito de matar o próprio filho, de apenas um ano e sete meses, e esconder seu corpo em um armário foi preso na noite desta segunda-feira, 18, por agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense. Ele será apresentado na unidade na manhã desta terça-feira, 19.

De acordo com a Polícia Civil, Thainan Santos Moraes foi asfixiado pelo pai, Eder Moraes de Lima, de 22 anos, na casa onde os dois moravam, na Favela Três Irmãos, em Jardim Leal, Belford Roxo, município da Baixada Fluminense. Depois do Crime, o homem ainda enrolou o corpo da criança em um lençol e escondeu o cadáver no armário. 

Eder chegou a registrar ocorrência na 54ª Delegacia de Polícia (Belford Roxo), afirmando que o filho e a namorada dele, que não é a mãe da criança, haviam sido sequestrados por traficantes da Favela Castelar, também em Belford Roxo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.