SuperVia/Divulgação
SuperVia/Divulgação

Passageiro é morto a tiros dentro de vagão da Supervia, no Rio; suspeito fugiu

Testemunhas relatam que não houve discussão ou conversas entre autor dos disparos e a vítima antes do crime

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

27 de junho de 2022 | 18h29

Um passageiro da SuperVia (linhas de trens metropolitanos do Rio de Janeiro) matou outro com um tiro na cabeça por volta das 14h desta segunda-feira, 27, dentro de um vagão de um trem que seguia da estação Santa Cruz, na zona oeste, para a Central do Brasil, no centro do Rio

Testemunhas relataram que não houve discussão nem qualquer conversa entre autor e vítima do crime. Quando o trem, que percorria o ramal Santa Cruz, parou na estação Deodoro, na zona oeste, o homem se levantou, atirou cerca de cinco vezes contra o outro e saiu do trem. Ele conseguiu fugir, aproveitando-se da correria causada pelas pessoas em pânico. A vítima morreu na hora. Até a publicação desta reportagem ela não havia sido identificada.

O trem parou de circular e os passageiros foram transferidos para outros trens. A concessionária que administra o serviço de trens acionou o Corpo de Bombeiros e o Grupamento de Policiamento Ferroviário. A Delegacia de Homicídios do Rio foi acionada e agentes realizaram perícia no vagão.

Até a publicação desta reportagem, a Polícia Civil buscava imagens que pudessem identificar o atirador, mas ainda não havia informações nem suspeitas sobre o criminoso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.