Pedestre é atingido por peça de concreto da obra do Metrô no Rio

Agrícola de Souza Bethlem, de 87 anos, foi levado para o Hospital São Lucas, em Copacabana, com graves lesões no tórax e no crânio

Danielle Villela, O Estado de S. Paulo

22 de abril de 2015 | 15h34

Atualizada às 18h15

RIO - Um homem ficou gravemente ferido na manhã desta quarta-feira, 22, após ser atingido por uma peça de concreto que despencou do canteiro de obras da Linha 4 do Metrô do Rio, na Rua Visconde de Pirajá, em Ipanema, na zona sul. Agrícola de Souza Bethlem, de 87 anos, foi levado para o Hospital São Lucas, em Copacabana, também na zona sul, com graves lesões no tórax e no crânio. A vítima segue internada no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) e respira com ajuda de aparelhos, segundo boletim médico.

Professor emérito da Escola de Negócios da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Bethlem foi atingido por volta das 11h45, quando as aduelas, anéis de concreto que formam os túneis do metrô, caíram sobre a calçada. As peças, cada uma com 2 metros de comprimento, estavam armazenadas no canteiro de obras na Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema. O Corpo de Bombeiros foi acionado e o trânsito, parcialmente interditado na Rua Visconde de Pirajá, para remoção das aduelas.

Em nota, o Consórcio Linha 4 Sul, responsável pelas obras, informou que "lamenta o ocorrido e está prestando toda a assistência necessária à vítima". As causas do acidente ainda estão sendo apuradas.

Com previsão de entrar em operação no primeiro semestre de 2016, a Linha 4 do Metrô do Rio terá 16 quilômetros de extensão e fará a ligação entre os bairros de Ipanema, na zona sul, e da Barra da Tijuca, na zona oeste. A expectativa é que cerca de 300 mil pessoas utilizem a linha diariamente. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.