Perseguição termina com sete baleados no Rio de Janeiro

Ladrões teriam roubado um carro na Penha, zona norte da cidade

Tiago Rogero - Estadão.com.br,

28 de maio de 2011 | 11h07

Cinco pessoas foram atingidas por disparos ontem à noite durante uma perseguição policial a um grupo que teria roubado um carro na Penha, na zona norte do Rio. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Estadual Getúlio Vargas e uma delas continua internada. Os ferimentos, segundo a polícia, não foram graves. Dois suspeitos também foram baleados, entre eles um adolescente, de 17 anos.

De acordo com a PM, militares do 16º BPM (Olaria) receberam denúncia sobre o roubo do carro e começaram a vasculhar a região. Os criminosos, ao perceber a chegada da viatura, teriam começado a atirar contra os policiais. Durante a fuga, o motorista do grupo perdeu o controle e bateu o veículo. Os quatro homens teriam descido do carro e continuado o tiroteio. As cinco pessoas feridas estavam nas proximidades.

Bruno da Costa Rubisco, de 24 anos, foi atingido na perna direita, assim como Martins Nicolas Medeiros, de 21 anos. Pilar Cristina Monte, de 27 anos, ficou ferida na perna esquerda. O mesmo aconteceu com Jaqueline Maria Iris da Silva, de 25 anos. Segundo a assessoria de imprensa da secretaria estadual de saúde, os quatro foram atendidos no Hospital e liberados. Marsérgio Mendes Toleiros, de 36 anos, foi atingido na região inguinal, passou por uma cirurgia e continua internado, mas estável.

Entre os quatro suspeitos, o menor ficou ferido com um tiro no ombro e Jonathan Felipe de Oliveira, de 21 anos, foi baleado no ombro e tórax. O adolescente foi liberado, mas Jonathan continua no Hospital. Outros dois criminosos foram presos e levados para a 22ª DP (Penha), onde o caso foi registrado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.