PF prende 5 no Rio por tráfico de pássaros silvestres

Operação Sporophila apreendeu cerca de 300 pássaros silvestres que seriam vendidos

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

13 Janeiro 2010 | 08h54

Cinco pessoas foram presas e mais de 300 pássaros silvestres foram apreendidos em Petrópolis, no Rio, durante a Operação Sporophila, da Polícia Federal, entre o domingo, 10, e nesta terça-feira, 12. A operação, segundo a PF, tinha como objetivo reprimir o tráfico de aves silvestres na cidade.

 

As investigações indicaram que pessoas no município de Petrópolis caçavam as aves, repassando-as a intermediários, que, juntando uma quantidade maior de animais, ofereciam-nas a interessados da Baixada Fluminense.

 

Foram presas cinco pessoas, que foram autuadas por receptação e crime ambiental, e apreendidas mais de 300 aves, na grande maioria "pichanchãos" - que estão na lista de animais em extinção -, além de "bicos de pimenta" e "trinca ferro".

 

A quase totalidade das aves foi devolvida à natureza em área nativa, sendo alguns exemplares encaminhados ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para verificação das anilhas encontradas nos animais.

Mais conteúdo sobre:
PF Rio pássaros

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.