PF prende, no Rio, três envolvidos na Operação Furacão

Novo processo diz respeito a uma acusação de contrabando de máquinas de caça-níqueis

Marcelo Auler, de O Estado de S. Paulo, e Solange Spigliatti, do estadao.com.br ,

29 Novembro 2007 | 14h16

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira, 29, quatro suspeitos de envolvimento com o jogo do bicho e a exploração de máquinas caça-níqueis. Ao todo, são 18 denunciados pela Procuradoria da República, num desdobramento da Operação Furacão, desencadeada em abril deste ano. Os mandados de prisão foram expedidos pela juíza da 8ª Vara Federal Criminal, ValériaCaldi. A PF continua hoje a buscar os suspeitos que não haviam sido encontrados.   Veja Também:   As operações da PF contra a máfia do jogo    Entre os presos estão os bicheiros Ailton Guimarães Jorge, o capitão Guimarães, e Antônio Petrus Kalil, o Turcão, que voltam à cadeia apenas quatro meses depois de ganharem a liberdade. Dos 23 acusados na Operação Furacão, 15 aparecem na nova denúncia. Três novos nomes entraram no processo: o empresário espanhol da noite carioca Francisco Recarey, o "Chico Recarey", o ex-sócio do jogador Romário no Bingo Café do Gol, o argentino Arturo Roberto Lemseyan, e o também argentino José Grille Sanchino.   Recarey era dono do bingo Scala Mares e os argentinos eram donos de empresas distribuidoras de caça-níqueis, cujas máquinas também foram apreendidas, segundo a PF.   A Operação Furacão desarticulou o esquema que envolvia a compra de sentenças judiciais para o funcionamento de bingos e máquinas caça-níqueis. Entre os denunciados estavam o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Paulo Medina, os desembargadores do Tribunal Regional Federal do Rio Ricardo Regueira e Carreira Alvim, o juiz do TRT de Campinas, Ernesto da Luz Pinto Dórea, e o proucrador regional da República do Rio, João Sérgiio Leal Pereira.   Estão denunciado no novo processo e tiveram as prisões decretadas nesta quinta: Aílton Guimarães Jorge, o Capitão Guimarães; Aniz Abrahão David, o Anísio da Beija Flor; Antônio Petrus Kalil, o Turcão; Arturo Roberto Lemseyan; Belmiro Martins Ferreira; Evandro da Fonseca; Francisco Recarey Vilar, o Chico Recarey; Jaime Garcia Dias; José Grille Sanchino; José Luiz da Costa Rebello; José Renato Granado Ferreira; Júlio Cesar Guimarães Sobreira; Laurentino Freire dos Santos; Licínio Soares Bastos; Marcelo Calil Petrus; Nagib Teixeira Suaid; Paulo Roberto Ferreira Lino; e Sérgio Luzio Marques de Araújo.   Texto atualizado às 19h18  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.