Albert Souza Ferreira/Facebook
Albert Souza Ferreira/Facebook

PM de folga é assassinado em bar na zona norte do Rio

Soldado Albert Souza Ferreira fazia churrasco com amigos quando criminosos desceram de um carro e efetuaram disparos; outras duas pessoas ficaram feridas

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

30 Abril 2017 | 15h36

RIO - Um policial militar foi morto quando estava de folga, neste sábado, 29, durante um ataque em Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro. O soldado Albert Souza Ferreira estava em um bar, na Rua Amandiu, quando foi atingido pelos disparos. Ele chegou a dar entrada no Posto de Assistência Médica do bairro, mas não resistiu. 

Ferreira era lotado no 41º Batalhão de Polícia Militar (BPM), que fica no bairro. Ele e um grupo de amigos fazia churrasco no bar quando um Citroën cinza parou no local. Os criminosos desceram do veículo e fizeram os disparos. Ferreira foi atingido com quatro tiros.

Outro policial, o soldado Renato Campos dos Santos, lotado no 15º BPM (Duque de Caxias), foi atingido na virilha, mas passa bem. Um terceiro homem não identificado também foi ferido.  

A Polícia Civil informou que está investigando o caso, por meio da Delegacia de Homicídios da Capital (DH). Os agentes já realizaram uma perícia no local.

Vítimas. Ferreira foi o 62º policial assassinado no Estado do Rio neste ano - 36 estavam de folga, 14 em serviço e 12 eram da reserva. Outros 195 ficaram feridos: 142 durante o trabalho, 48 de folga e cinco PMs da reserva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.