PM de UPP na Cidade de Deus é assassinado por traficantes

Incidente aconteceu na favela da zona oeste do Rio, na madrugada de quinta-feira; outro policial ficou ferido ao ser alvejado de raspão

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo)

29 Janeiro 2015 | 12h38

RIO DE JANEIRO - Um PM da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Cidade de Deus, na zona oeste do Rio, foi morto na madrugada desta quinta-feira, 29, na favela. O soldado Bruno Guimarães Miguez fazia patrulhamento na localidade conhecida como Apartamentos, com um colega, num carro, quando foi baleado na cabeça por traficantes. Foi por volta das 4 horas. Ele chegou a ser encaminhado para o Hospital Miguel Couto. Miguez tinha 30 anos e estava havia dez anos na PM. O policial que estava com ele foi ferido de raspão no ombro.

A UPP da Cidade de Deus foi a segunda das 38 instaladas no estado do Rio. Inaugurada em 2009, enfrenta resistências do tráfico local. No ano passado, uma das bases (são três) foi alvejada por tiros duas vezes seguidas. Em 2013, um PM da UPP já havia sido assassinado, com um tiro no peito. Os registros de tiroteios nunca cessaram por completo, como era de se esperar numa favela ocupada permanentemente.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro favela UPP Cidade de Deus

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.