PM do Rio investiga o desaparecimento de 28 armas dentro de quartel

Sumiço do armamento foi percebido durante recontagem no Centro de Manutenção de Materiais, na região central; área foi isolada

Tiago Rogero, O Estado de S. Paulo

29 Outubro 2014 | 15h40

RIO - Quase 30 armas sumiram da sala de armamento do Centro de Manutenção de Materiais (CMM) da Polícia Militar, que fica nas dependências do quartel onde está lotado o Batalhão de Choque (BPChoque), na região central do Rio de Janeiro. A PM informou que o desaparecimento foi percebido por volta das 6h, durante a recontagem do armamento. A área foi isolada e a equipe que estava de serviço está presa administrativamente.

"Todos estão sendo ouvidos", informou a corporação em nota. Segundo a PM, desapareceram 23 pistolas .40 e cinco armas pessoais de militares que estavam em serviço.

O Centro de Criminalística da Polícia Militar está fazendo perícia no local. "Uma equipe da 1ª Delegacia de Polícia Militar Judiciária está no local para identificar os responsáveis e localizar o armamento", informou a PM.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro Polícia Militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.