WILTON JUNIOR/ESTADÃO
WILTON JUNIOR/ESTADÃO

PM é ferido em tiroteio durante ação de bombeiros contra incêndio na Rocinha

Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Militar, criminosos teriam atirado em policiais que apoiavam uma equipe do Corpo de Bombeiros durante um incêndio no Largo dos Boiadeiros

Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

22 de dezembro de 2019 | 15h17

RIO - Um policial militar ficou ferido na manhã deste domingo, 22, em meio a um tiroteio na favela da Rocinha, na zona sul do Rio. O agente acompanhava o trabalho de bombeiros que tentavam controlar um incêndio.

Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Militar, policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha foram acionados para apoiar uma equipe do Corpo de Bombeiros durante um incêndio no Largo dos Boiadeiros. Durante o trabalho de combate ao fogo, os policiais foram alvo de tiros disparados por criminosos.

O policial ferido foi socorrido ao Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, também na zona sul da cidade. Após receber atendimento médico, o agente recebeu alta. O caso foi registrado na 11ª Delegacia de Polícia.

Ação no Morro do Urubu deixou quatro mortos

No sábado, 21, quatro pessoas morreram e outro policial ficou ferido em operação no Morro do Urubu, em Pilares, na zona norte. Segundo a PM, os agentes estavam em patrulhamento em uma área de mata da comunidade, quando teriam sido atacados a tiros por criminosos, dando início a um tiroteio.

Os policiais que participaram da operação afirmam ter apreendido um fuzil, três pistolas e dois rádios comunicadores. A Polícia Civil abriu inquérito policial para apurar as mortes dos suspeitos, que ainda não foram identificados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.