PM é morto com 20 tiros em tentativa de assalto na zona norte

Lotado na UPP Manguinhos, Clayton Dias foi levado ao Hospital da Força Aérea Brasileira e submetido a cirurgia, mas não resistiu

Carina Bacelar, O Estado de S. Paulo

29 de abril de 2015 | 09h49

RIO - Morreu na madrugada desta quarta-feira, 29, o policial militar Clayton Dias, que havia sido atingido por 20 disparos durante uma suposta tentativa de assalto na noite de terça-feira, 28, na Ilha do Governador, zona norte do Rio de Janeiro.

Dias era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de Manguinhos, comunidade da zona norte do Rio. O policial chegou a ser levado para o Hospital da Força Aérea Brasileira (FAB) e passou por cirurgia, mas não resistiu.

De acordo com a Polícia Militar, Dias circulava de moto na Estrada do Galeão quando foi atingido pelos tiros.
Mais conteúdo sobre:
ViolênciaRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.