PM é morto perto de casa noturna na zona oeste do Rio

Segundo relato de parentes, houve um desentendimento no local onde o agente comemorava o seu aniversário

O Estado de S. Paulo

14 Setembro 2015 | 14h50

RIO - Um policial militar foi morto na madrugada desta segunda-feira, 14, perto de uma casa noturna em Bangu, na zona oeste. Segundo informações da PM, o agente Thiago Sarmento foi atingido por vários tiros e morreu no local. Parentes relataram ao portal G1 que houve um desentendimento na casa noturna, onde Sarmento comemorava seu aniversário. 

Ele e sua mulher teriam sido abordados pelos atiradores e um deles teria se dirigido à mulher do PM, que perguntou de onde eles dois se conheciam. Logo depois, uma discussão teria sido iniciada, e Sarmento acabou sendo alvo de disparos. Logo depois, os criminosos fugiram.

Sarmento era instrutor do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) da PM. Não há indícios de seu envolvimento com milícias. 

A Delegacia de Homicídios da Capital Fluminense instaurou um inquérito para apurar o assassinato. A perícia já foi realizada e os agentes procuram imagens de câmeras da região e testemunhas. 

Baleado. Já em Nilópolis, município da Baixada Fluminense, um agente da Polícia Federal foi baleado após reagir à abordagem de criminosos na tarde deste domingo, 13. Na troca de tiros, ele acabou atingido. O caso é investigado na 57ª Delegacia de Polícia (Nilópolis), que aguarda que o policial receba alta médica e preste depoimento. 

Mais conteúdo sobre:
Bangu Rio de Janeiro Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.