Divulgação
Divulgação

PM faz 10ª operação em busca de Fat Family

Caçada pelo traficante foragido no Rio já provocou nove mortes

Constança Rezende, O Estado de S. Paulo

29 de junho de 2016 | 16h12

RIO - A Polícia Militar (PM) realiza nesta quarta-feira, 29, pelo décimo dia consecutivo, operação em busca do traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, de 28 anos. Na madrugada do último dia 19, ele foi resgatado por criminosos no Hospital Municipal Souza Aguiar, centro do Rio. No resgate, durante troca de tiros, um paciente morreu e dois homens foram feridos.

Desde que as megaoperações começaram, já houve nove mortes cometidas por policiais militares e civis. Todas as vítimas, segundo a Secretaria de Segurança do Estado, eram traficantes. A secretaria registra 150 prisões desde o início da caçada a Fat Family, que na sexta-feira passada conseguiu escapar do esconderijo onde estava no complexo de favelas da Maré, na zona norte.

A PM ainda não divulgou o balanço parcial da operação desta quarta-feira. Um dos focos é o morro Santo Amaro, no Catete, zona sul, onde Fat Family havia sido preso, no dia 13 deste mês, e baleado no rosto.

A ação policial também tem o objetivo de prender os criminosos envolvidos na morte da médica Gisele Palhares Gouvêa, de 34 anos, no último sábado, 25, na Linha Vermelha (via expressa entre a Baixada Fluminense e a zona norte), e nos assassinatos de policiais militares registrados nos últimos dias.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.