Divulgação
Divulgação

PM mata 4 supostos criminosos durante operação na zona oeste do Rio

Em represália às mortes na Favela do Rola, Avenida Cesário de Melo foi interditada por dezenas de manifestantes, com pneus e madeiras incendiados

Sergio Torres, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2016 | 14h27

RIO - Quatro supostos criminosos foram mortos por policiais militares na manhã desta quarta-feira, 31, em confronto em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro. As mortes aconteceu durante ação da Polícia Militar na Favela do Rola, dominada por traficantes de drogas.

Em represália às mortes, a Avenida Cesário de Melo, vizinha à favela e ao conjunto habitacional Cesarão, foi interditada por dezenas de pessoas, que incendiaram pneus e madeiras. A PM informou que bandidos armados com fuzis deram apoio à interrupção do trânsito.

A versão da PM é a de que, ao chegar à Favela do Rola, a equipe policial foi recebida a tiros e reagiu, baleando quatro homens. Os feridos foram levados para o Hospital Pedro II, onde morreram. Com eles, a PM informou ter apreendido um fuzil, duas pistolas, uma granada e drogas. Entre os mortos estaria o chefe do tráfico na Rola, conhecido como Jeremias.

Tudo o que sabemos sobre:
Santa CruzRio de JaneiroJeremias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.