Google Street View
Google Street View

PM é morto ao tentar furar bloqueios durante operação na Baixada Fluminense

Ao ser baleado, policial perdeu o controle do carro no qual estava e se chocou com outro veículo

O Estado de S.Paulo

14 Novembro 2018 | 11h34

RIO - Um policial militar morreu ao trocar tiros com militares que participam de uma operação integrada na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, 14. Segundo o Comando Conjunto, que coordena a ação, o policial tentou furar dois bloqueios da operação, que conta com cerco de 3 mil militares das Forças Armadas.

O PM, que estava em trajes civis e em um carro particular, abriu fogo contra os militares por volta de 5h da manhã. Ao ser baleado, perdeu o controle do veículo e se chocou com outro carro, cujo motorista já havia sido ferido na perna durante a troca de tiros. De acordo com o Comando Conjunto, o civil foi encaminhado ao Hospital da Posse.

No carro do PM, militares encontraram uma pistola com registro da corporação e acionaram a perícia.

A operação integrada realizada em Belfort Roxo abrange 18 comunidades. Os policiais e militares fazem revistas, verificam denúncias e buscam remover barricadas e cumprir mandados de prisão.

Foram convocados para a ação 3 mil militares, 130 policiais civis e 250 policiais militares. São empregados na operação veículos blindados e aeronaves. / AGÊNCIA BRASIL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.