Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

PM que atropelou e matou ciclista no Rio é liberado após prestar depoimento

Empresário de 40 anos, Hélio Crespo deixa um filho de 20 anos; o atropelador fugiu sem prestar socorro

Roberta Pennafort e Mariana Durão, O Estado de S.Paulo

28 de agosto de 2017 | 11h17

RIO -  Foi autuado por homicídio doloso o policial militar Marcelo Soares, que atropelou e matou sem prestar socorro o empresário Hélio Crespo, de 42 anos neste sábado, 26, sem prestar socorro. O caso ocorreu na Praia da Reserva, zona oeste do Rio. A vítima estava de bicicleta e Soares, de carro.

O PM foi localizado em casa, em Vargem Pequena, na zona oeste. Ele foi levado à Delegacia da Barra da Tijuca na noite deste domingo, 27. Soares prestou depoimento e foi liberado. Soares bateu com seu carro na roda traseira da bicicleta de Crespo, que foi arrastada.  Foi realizada a perícia no local.

O empresário era sócio da rede de óticas New Ótica e foi socorrido por bombeiros que passavam por perto. O veículo de Soares foi localizado na residência dele e foi encaminhado à perícia. O vidro dianteiro estava estilhaçado por conta do choque com a bicicleta. O caso será investigado por policiais do 16º Distrito Policial, da Barra da Tijuca.

Crespo deixa um filho de 20 anos. O empresário foi sepultado na tarde deste domingo, 27, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na zona oeste do Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.