Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Polícia civil prende suspeita por sequestro de grávida no Rio

Rayanne Christini, que está gestante, desapareceu no dia 13 de dezembro

Vinícius Neder, O Estado de S.Paulo

23 Dezembro 2016 | 17h17

RIO – A Polícia Civil do Rio prendeu nesta sexta-feira Thaina da Silva Pinto, por suspeita de participação no sequestro de Rayanne Christini Costa Ferreira. Rayanne, que está grávida de sete meses, está desaparecida desde o último dia 13, conforme o jornal “Extra”. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, novas diligências estão em andamento para localizar a vítima.

Thaina prestou depoimento na Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) na segunda-feira passada. Segundo a delegada Elen Souto, Thaina marcou um encontro com Rayanne na estação do sistema de trens urbanos e do Metrô do Rio Central do Brasil, no Centro do Rio.

Os policiais analisaram imagens das câmeras de segurança da estação e viram o momento em que a Thaina deixou o local em companhia da desaparecida, informou a Polícia Civil. Com base nas provas reunidas, a prisão de Thaina foi pedida à Justiça durante o plantão judiciário. A prisão foi decretada pelo crime de sequestro.

“Novas diligências estão em andamento para localizar a desaparecida e esclarecer o caso”, diz uma nota da Polícia Civil. 

Mais conteúdo sobre:
Polícia CivilMetrôJustiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.