Polícia Civil/Divulgação
Polícia Civil/Divulgação

Polícia divulga foto de suspeito de esfaquear estudante no trem

Pedro Santa Cruz estava indo para a aula quando foi assaltado dentro da composição, ao meio-dia; ele levou duas facadas no braço

Fernanda Nunes, O Estado de S. Paulo

31 Maio 2015 | 12h17

Atualizado às 18h17

RIO - A Polícia Civil divulgou neste domingo, 31, a foto do assaltante que esfaqueou o estudante Pedro Arthur Brito Santa Cruz, de 18 anos, no sábado, 30, em um trem da SuperVia, na altura de Quintino, na zona norte do Rio. "A unidade realiza diligências para prender o assaltante e espera que a divulgação da imagem ajude na localização do autor do roubo", informou a Polícia Civil do Rio.

O estudante do Colégio Pedro II estava indo para a aula quando foi assaltado. Ao reagir, levou duas facadas no braço. No Hospital Salgado Filho, foi submetido a uma cirurgia. Neste domingo, ele passa bem.

Em mensagem ao jornal O Globo, a tia de Pedro, Vanessa Monteiro, disse que irá processar a SuperVia, porque o sobrinho não recebeu socorro dos funcionários da concessionária. Ele foi levado ao hospital por um dos passageiros do vagão onde estava.

Em nota, a concessionária SuperVia afirmou que "lamenta o incidente e está mobilizada para prestar o auxílio necessário à polícia nas investigações, fornecendo as imagens registradas pelo circuito interno de segurança para identificar o infrator". A empresa disse ainda ter disponibilizado uma equipe de assistentes sociais par acompanhar o estado de saúde de Pedro no Hospital Salgado Filho.

Esse foi o segundo episódio de assalto seguido de esfaqueamento ocorrido no Rio apenas no sábado. Pela manhã, Caio Cavalcante, de 19 anos, deu entrada no Hospital Souza Aguiar após ter sido esfaqueado nas regiões do tórax e pescoço, no centro da cidade. As consequências não foram graves e já no início da tarde ele recebeu alta.

Mais violência. Um confronto na Comunidade do Feijão, no município fluminense de São Gonçalo, deixou um policial morto na manhã deste domingo. A Polícia Militar ainda não informou o nome do policial. Disse apenas que ele foi atingido e levado para o Hospital Alberto Torres, mas não resistiu e morreu.

Mais conteúdo sobre:
Rio assalto SuperVia facada esfaqueamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.