Polícia identifica preso como assassino de estudante na frente da UFRJ

Graduando de Biologia foi baleado durante assalto em um ponto de ônibus da Rua General Severiano, em Botafogo, na zona sul do Rio

Fabio Grellet, O Estado de S. Paulo

04 de junho de 2015 | 09h01

RIO - Um suspeito de matar Alex Schomaker Bastos, de 23 anos, estudante de Biologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) baleado durante um assalto em um ponto de ônibus da Rua General Severiano, em Botafogo (zona sul do Rio), em 8 de janeiro, foi preso pela Polícia Civil.

William Augusto Nogueira, de 27 anos, foi detido em 22 de maio durante uma operação promovida pela 10ª DP (Botafogo) para prender assaltantes que agiam no bairro da zona sul. A ação não era específica para prender Nogueira, mas os policiais identificaram sua moto, cuja placa constava de uma investigação da Divisão de Homicídios (DH) da capital. Ela havia sido anotada por testemunhas do crime de janeiro como sendo do veículo usado pelo autor do assalto ao estudante. Por isso a prisão do suspeito foi comunicada à DH, que tomou o depoimento dele.

Segundo a Polícia Civil, William confessou ter participado do assalto, mas acusou outra pessoa de ter disparado o tiro que matou o estudante. No entanto, essa pessoa morreu há três anos, segundo a investigação.

Na mesma operação também foi preso Anderson Bernardes, de 32 anos, outro suspeito de participar do crime. O assalto foi cometido por dois ladrões, cada um em uma moto. Nos próximos dias deve ser realizada uma acareação entre William e Anderson.

Um terceiro homem foi preso por receptação. Ele é acusado de ter comprado o celular que havia sido roubado do estudante.

Tudo o que sabemos sobre:
Rioviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.